Empreendedorismo 4.0

Empreendedorismo e a Revolução Industrial 4.0

O grande problema das empresas já consolidadas no mercado é a acomodação, pois já apresentam produtos, serviços ou processos já conceituados e reconhecidos por seus clientes, colaboradores e concorrentes. Estamos na Revolução Industrial 4.0, onde os processos, produtos e serviços se tornam obsoletos muito rápido, um produto que hoje é recorde de vendas, amanhã pode ser esquecido nas prateleiras de um supermercado.

Para tanto, existem duas formas de inovar, a incremental, onde o empreendedor faz melhorias naquilo que já existe e a inovação radical quando se cria algo totalmente diferente. Podemos citar como exemplo de inovação incremental, a Prestobarba da Gillette que ao longo do tempo foi melhorando a qualidade e quantidade de suas lâminas. Caso contrário, se a Gillette tivesse descontinuado esse modelo de barbeador e produzido um novo com laser seria classificado como inovação radical.

Nesse sentido, a inovação e o empreendedorismo são importantes para a renovação ou reciclagem desses produtos ou serviços, dando espaço para o empreendedorismo interno, que representa

“o conjunto de ações que estimula o colaborador a agir e pensar como se fosse dono do próprio negócio, com objetivo de trazer mais produtividade, rentabilidade e melhoria nos relacionamentos”¹.

Portanto, os colaboradores ou empreendedores internos, são responsáveis pela pesquisa e desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores que ajudam a manter a empresa viva no mercado.

Assim como, no exemplo das Casas Bahia, podemos citar as indústrias de automóvel que fazem grandes eventos para apresentar seus carros novos, antigamente somente convocavam pessoas que poderiam ter interesse na compra desses produtos, com a demonstração dos carros e coquetel. Agora, os eventos incluem entretenimento, ou seja, tem espaços para as crianças brincarem, espaço de games para os adolescentes, entre outros, assim abrangem um público maior para vender o mesmo produto.

Outro exemplo é o Cirque Du Soleil, que deixou de ser um circo convencional, com utilização de animais e astros famosos em suas apresentações, para incorporar produções musicais e danças artísticas, nesse sentido agradou o público-alvo que não gostava da exploração dos animais, bem como reduziram seus custos para manter o circo funcionando. É importante para as novas empresas ou novos empreendedores conhecerem as experiências inspiradoras de outros empreendedores pioneiros, pois é necessário manter uma relação de parceria, participar de eventos com outros empreendedores, fazer networking, entre outras ações, visando aprender as melhores práticas e identificar as oportunidades disponíveis no mercado.

 

Referências

Empreendedorismo e a inovação dos negócios. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/economia-e-financas/empreendedorismo-e-a-inovacao-dos-negocios/47469>. Acesso em 28 fev. 2018.

Empreendedorismo interno: saiba o que é e como fazer. Disponível em: <http://revistamelhor.com.br/empreendedorismo-interno-saiba-o-que-e-e-como-fazer>. Acesso em 28 fev. 2018.

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

2 comentários em “Empreendedorismo e a Revolução Industrial 4.0

Deixe um comentário

×